Nos últimos dias a figura de Felipe Neto tem sido alvo de crescentes críticas por parte dos conservadores nas redes sociais. O deputado Marcelo Freixo do PSOL, o Ministro do STF Luís Roberto Barroso e até mesmo o apresentador global Luciano Huck, foram figuras públicas que demostraram, nos últimos dias, apoio ao youtuber de um canal infanto-juvenil, Felipe Neto.

Porém, o último a manifestar apoio ao produtor de conteúdo digital foi o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia. Na tarde deste sábado (01/08), o deputado Rodrigo Maia usou de sua conta do Twitter para se solidarizar com o youtuber diante dos “ataques” sofridos por ele:

A covardia é a virtude dos fracos, esses ataques só reforçam o caráter daqueles que são incapazes de vencer um debate com argumentos e com respeito

O palhaço Felipe Neto, como ele mesmo se auto denominou a entrevista dada ao “The New York Times”, já foi condenado a pagar R$ 8 mil por compartilhar uma notícia falsa sobre o atual presidente da Funai, Marcelo Augusto Xavier da Silva.

O presidente da Câmara sinalizou que a casa acelerará a tramitação do projeto de lei  das fake news, por tudo o que o youtuber Felipe Neto “tem sofrido nesses dias“.

Rodrigo Maia também convidou o comunicador para uma reunião sobre o projeto de lei na Câmara. O produtor de conteúdo infanto-juvenil já aceitou. Para Maia, Felipe Neto é um dos ícones que tem sofrido por parte de “bolsonaristas”. Dessa forma, a opinião dele sobre o tema na câmara do deputados é de relevância considerável.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui