Ex-petista, André Janones (Avante-MG) acusa Caixa de roubo e golpe via auxílio emergencial

436

“A Caixa faz o que? Ela aproveita o momento [pandemia de Covid-19] para aplicar golpe, para roubar” (André Janones)

Breve histórico:

Em matéria de corrupção, o Brasil é mundialmente lembrado pelo caso do “Mensalão” que foi o maior escândalo de compra de votos da história das repúblicas democráticas e que ameaçou derrubar o governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em 2005. André Janones, que já foi filiado no Partido de Lula, se posiciona em suas redes sociais como um parlamentar que é contra a corrupção. De acordo com o site El País, no período em que o Mensalão foi amplamente exposto no Brasil, envergonhando o povo brasileiro nos quatro cantos do globo, não há relatos de acusações de André Janones contra Lula nem ao Partido dos Trabalhadores – PT e em nenhuma rede social ou imprensa. De 2003 até 2012, Janones esteve filiado no Partido de Luiz Inácio Lula da Silva, totalizando cerca de 9 anos como base de apoio aos ideais do partido. Apoio confirmado pelo próprio André Janones, pois, de acordo com a fonte, “à Folha de S. Paulo, o advogado disse que o seu histórico no PT não foi de um político, foi de um filiado comum, que nunca exerceu nenhum cargo de direção e nunca disputou nenhuma eleição”, como explicação de sua estadia na base do partido. Anos mais tarde, precisamente em novembro de 2019, Lula foi condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, também por corrupção, como o caso do Mensalão. Só após o auge da sua fama que há relatos de posicionamentos de André Janones sobre crimes do ex-presidente Lula.

Consultei a página oficial do deputado, para o indagar sobre esses fatos, mas até o instante da publicação desse artigo de opinião, não obtive respostas.

Direto ao assunto:

Em vídeo postado no canal oficial do deputado federal André Janones (Avante-MG), acusações sérias envolvendo o auxílio emergencial, contra a CEF, foram praticadas pelo parlamentar da pequena cidade de Ituiutaba que fica no interior de Minas Gerais.

Durante o vídeo, após embasar com as acusações, André Janones chegou a dizer que o presidente Jair Bolsonaro teria poder para demitir o presidente da Caixa Econômica Federal [Pedro Duarte Guimarães].

O mais estranho é que ao final do vídeo, depois de já ter feito as acusações, André Janones diz que é necessário investigar o caso, levantando dúvidas acerca de suas falas iniciais. Se é necessário investigar, como acusações sérias envolvendo um banco do tamanho da Caixa são feitas? Nenhuma prova foi apresentada formalmente durante as acusações?

Confiram o vídeo na íntegra:

Quando provas forem apresentadas pelo acusador, faremos um novo artigo sobre o tema. Tomara que essa situação não afaste investidores do Brasil, pois sabemos que um país com corrupção é evitado por investidores. E que alguma prova de roubo e de golpe seja apresentada o quanto antes, para sustentar as acusações do deputado.

Pela liberdade,

Vitor von Silva

 

 

 

Fontes:
https://brasil.elpais.com/brasil/2018/05/30/politica/1527634765_190558.html
https://especiais.gazetadopovo.com.br/eleicoes/2018/candidatos/mg/deputado-federal/andre-janones-7040/

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui